quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

ONDE QUER QUE VOCÊ ESTEJA, ESTEJA POR INTEIRO


Você está sofrendo de estresse? Pensa tanto no futuro que o presente está reduzido a um meio para chegar lá? O estresse é causado pelo estar "aqui" embora se deseje estar "lá", ou por se estar no presente de¬sejando estar no futuro. É uma divisão que corta a pessoa por dentro.

O passado toma uma grande parte da sua atenção? Você fre-quentemente fala e pensa sobre ele, tanto de forma positiva quanto negativa? As grandes coisas que você conquistou, suas experiên¬cias e aventuras, ou as coisas horrorosas que lhe aconteceram ou, talvez, que você fez a alguém?

Será que seus processos de pensamento estão gerando culpa, orgulho, ressentimento, raiva, arrependimento ou autopiedade? Então você está não só dando mais força ao falso eu interior como também ajudando a acelerar o processo de envelhecimento do seu corpo através da criação de um acúmulo de passado na sua psique. Constate isso observando à sua volta aquelas pessoas que têm uma forte tendência para se apegar ao passado.

MORRA PARA O passado a cada instante. Você não precisa dele. Refira-se a ele apenas quando totalmente relevante para o presente. Sinta o poder do momento presente e a plenitude do Ser. Sinta a sua presença.

Você tem preocupações? Tem muitos pensamentos do tipo "e se"? Você está identificado com a mente, que está se projetando num futuro imaginário e criando o medo. Não há como enfrentar tal tipo de situação, porque ela não existe. É um fantasma mental.

Você pode parar com essa insanidade que corrói a saúde e a vida aceitando simplesmente o momento presente.

PERCEBA A SUA RESPIRAÇÃO. Sinta o ar entrando e saindo do seu corpo. Sinta o seu campo interno de energia. Tudo com que você sempre teve que lidar, tudo que teve de enfrentar na vida real, em oposição às projeções imaginárias da mente, é o momento presente.


Pergunte-se qual é o seu "problema" neste exato momento, não no ano que vem, ou amanhã ou daqui a cinco minutos. O que está errado neste exato momento?

Você pode sempre enfrentar o Agora, mas não pode jamais enfrentar o futuro, nem tem de fazer isso. A resposta, a força, a atitude certa estarão à sua disposição quando você precisar, nem antes nem depois.

Você está sempre "esperando" alguma coisa? Quanto tempo da sua vida você passou esperando? Chamo "espera de pequena escala" a espera na fila do correio, num engarrafamento de trânsi¬to, no aeroporto, por alguém que vai chegar, um trabalho que pre¬cisa ser terminado, etc. Chamo de "espera em grande escala" a espera pelas próximas férias, por um emprego melhor, pêlos filhos crescerem, por uma relação verdadeiramente significativa, pelo sucesso, para ficar rico, para ser importante, para se tornar ilumi-nado. Não é raro que as pessoas passem a vida toda esperando para começar a viver.

Esperar é um estado mental. Significa basicamente desejar o futuro e não querer o presente. Você não quer o que conseguiu e deseja aquilo que não conseguiu. Em qualquer dos tipos de espera, você, inconscientemente, cria um conflito interior entre o seu aqui e agora, onde você não quer estar, e o futuro projetado, onde você quer estar. Essa situação reduz grandemente a qualidade da sua vida ao fazer você perder o presente.

Por exemplo: muitos de nós estamos à espera da prosperidade.

Ela pode não acontecer no futuro. Quando respeitamos, admitimos e aceitamos completamente a realidade do presente - onde estamos, quem somos, o que estamos fazendo agora -, quando aceitamos o que temos, significa que estamos agradecidos pelo que conseguimos, pelo que é, pelo Ser. A gratidão pelo momento pre¬sente e pela plenitude da vida atual é a verdadeira prosperidade. Não está no futuro. Então, no tempo certo, essa prosperidade se manifesta para nós de várias maneiras.


Se você não encontra satisfação nas coisas que possui, se tem um sentimento de frustração ou de aborrecimento por não ter tudo o que quer no presente, isso pode levá-lo a querer enriquecer, mas, mesmo que consiga milhões, continuará a ter uma sensação de que falta alguma coisa. Talvez o dinheiro lhe compre muitas experiên¬cias excitantes, embora passageiras, deixando sempre uma sensação de vazio e estimulando uma necessidade de gratificação física ou psicológica ainda maior. Você não vai se conformar em simplesmente ser e, assim, sentir a plenitude da vida agora - a verdadeira prosperidade.

DESISTA DA ESPERA como um estado da mente. Quando você se vir escorregando para a espera... pule fora. Venha para o momento presente. Apenas seja e aprecie ser. Quando esta¬mos presentes, nunca precisamos esperar por nada.

Portanto, da próxima vez que alguém disser "desculpe por ter feito você esperar", sua resposta pode ser: "Está tudo bem, não estava esperando. Estava aqui contente comigo - com meu eu interior."

Essas são apenas algumas das estratégias comuns da mente para negar o momento presente, já incorporadas à inconsciência comum. São fáceis de passar despercebidas porque já estão entranhadas em nosso modo de vida, como o ruído de fundo do nosso eterno descontentamento. Mas quanto mais você praticar o monitoramento do seu estado interior emocional e mental, mais fácil será perceber em que momento você foi capturado pelo passado e pelo futuro, o que significa dizer pela inconsciência, bem como despertar da ilusão do tempo dentro do presente.


Mas tenha cuidado: o eu interior falso e infeliz, baseado na iden-tificação com a mente, vive no tempo. Ele sabe que o presente significa a sua própria morte e sente-se ameaçado. Fará tudo para afastar você do Agora. Tentará manter você preso ao tempo.

Num certo sentido, o estado de presença poderia ser comparado à espera. E um tipo diferente de espera, que requer uma prontidão total. Alguma coisa pode acontecer a qualquer momento, e, se não estivermos absolutamente acordados e calmos, vamos perdê-la. Nesse estado, toda a nossa atenção está no Agora. Não há nenhum espaço para fantasias, pensamentos, lembranças, antecipações. Não há tensão nem medo, apenas uma presença alerta. Estamos presentes com todo o nosso Ser, com cada célula do corpo.

Nesse estado, o "você" que tem um passado e um futuro, em outras palavras, a personalidade, dificilmente está ali. E, mesmo assim, não se perdeu nada de valor. Você ainda é essencialmente você. Na verdade, você é muito mais inteiramente você do que jamais terá sido, ou melhor, somente agora você é verdadeiramente você.
Postar um comentário